NANOTECNOLOGIAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: IMPLICAÇÕES TECNOLÓGICAS AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

Autores

  • Mateus de Oliveira Fornasier Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI, Ijuí/RS, Brasil)
  • Marcele Scapin Rogerio Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI, Ijuí/RS, Brasil)

DOI:

https://doi.org/10.22171/rej.v19i29.1528

Resumo

Pretende-se analisar potencialidades e concretizações das nanotecnologias, e seus possíveis reflexos na efetivação de direitos fundamentais (desenvolvimento sustentável, principalmente). O problema norteador foi: que reflexos são identificáveis na efetivação de direitos fundamentais ligados à dignidade da pessoa humana em virtude do desenvolvimento nanotecnológico? Como hipótese, propôs-se que as nanotecnologias apresentam potencialidades (especialmente como novas formas de energia) que contribuem para a efetivação do desenvolvimento sustentável. Contudo, faz-se necessária uma guinada no desenvolvimento de políticas públicas, que deverão contemplar de modo mais significativo o investimento público em nanotecnologias. Utilizou-se o método dedutivo de abordagem.

 

Biografia do Autor

Mateus de Oliveira Fornasier, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI, Ijuí/RS, Brasil)

Doutor em Direito Público pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS, São Leopoldo/RS, Brasil). Professor do Mestrado em Direitos Humanos da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI, Ijuí/RS, Brasil)

Marcele Scapin Rogerio, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI, Ijuí/RS, Brasil)

Acadêmica do Mestrado em Direitos Humanos da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI, Ijuí/RS, Brasil)

Downloads

Publicado

2016-05-19

Como Citar

FORNASIER, M. de O.; ROGERIO, M. S. NANOTECNOLOGIAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: IMPLICAÇÕES TECNOLÓGICAS AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS. Revista de Estudos Jurídicos da UNESP, Franca, v. 19, n. 29, 2016. DOI: 10.22171/rej.v19i29.1528. Disponível em: https://seer.franca.unesp.br/index.php/estudosjuridicosunesp/article/view/1528. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Tutela e Efetividade dos Direitos da Cidadania